News
Loading...

Acompanhe nossa Série!

Música

Featured Post

1001 Discos para Ouvir Antes de Morrer

Olá queridos cyberfriends! Este é um novo e ambicioso projeto de música que vamos desenvolver aqui no Universo Alternativo, provavelmen...

Ep03 | O que são Subculturas?

Ep03 | O que são Subculturas?
Olá pessoal! Hoje trouxe mais um texto do projeto de moda alternativa que estou publicando originalmente no meu blog pessoal, 4sphyxi4. Quem estiver interessado em colaborar com este website, por gentileza, entre em contato por e-mail! Assim teremos mais conteúdo voltado pras subculturas e por conseguinte, uma cena maior e mais democrática aqui no Brasil, com mais oportunidades e pessoas produzindo bom conteúdo. Basta enviar suas ideias e o assunto que gostaria de abordar aqui! Espero que goste do texto de hoje. ♥

Continuando a série sobre Moda Alternativa, antes de ir pra parte divertida que são os próximos capítulos, é muito importante entendermos o que são subculturas e qual a relação delas com a moda alternativa. Se você está chegando aqui no blog agora, seja bem vindo! Eu escrevo sobre moda diferente, registro projetos pessoais de vestuário e cabelos e mais um bocado de assuntos que você pode conferir no Índice do blog! Caso lhe agrade, por gentileza, favorite o blog e siga-me no Twitter pra manter-se sempre atualizado! ♥ Desta série atual, já falamos sobre O que é Moda Alternativa no primeiro episódio e fizemos uma atualização no segundo episódio, que seria sobre uma Breve História da Moda Alternativa. Você pode assistir aos vídeos no YouTube também, se preferir. Bom, vamos ao tema de hoje! E então, o que são subculturas e qual sua relação com a moda alternativa?
A maravilhosa Vivienne Westwood (Ícone da subcultura punk! ♥)
"Buy less, choose well, make it last" (Compre menos, escolha bem e faça durar).

Primeiramente, antes de entendermos o que são subculturas, é interessante entendermos o que é uma cultura. Uma forma simples de compreender isto é pensar nos diferentes países ao redor do mundo. Cada um deles tem suas particularidades e características próprias, tem uma forma de se organizar diferente. Além do conhecimento, as crenças, os costumes, até mesmo o próprio idioma, uma vez que a forma como nos comunicamos também é um reflexo da nossa realidade, portanto, nossa cultura. É interessante ressaltar que quando nos referimos a cultura, não nos referimos a "cultura erudita/popular", como popularmente o termo é associado. Cultura vai muito além disso, referindo-se essencialmente a um determinado modo como uma sociedade se organiza, interage e vive. 

A partir desse conceito, surgem os termos de sub-cultura, contra-cultura e multi-culturalismo. Fiz questão de usar o hífen apenas para demonstrar como todos esses termos estão associados ao conceito de cultura. Uma subcultura, por sua vez, é um grupo que se diferencia da cultura dominante sem se desprender dela. Os indivíduos de uma subcultura se diferenciam do modo de vida dominante, mas não necessariamente se separam totalmente dele ou se opõem. Assim como a moda alternativa é um modo de vestir-se diferente, as subculturas representam um modo de viver diferente, também refletindo uma visão de mundo diferente. Isto vai muito além do vestuário e inclui costumes, música e até mesmo valores pessoais-coletivos. Exemplos de subculturas notáveis são os punks (que ao meu ver estariam mais associados com a contracultura por conta do posicionamento político, mas encaixam-se aqui também), as regionalistas como a nordestina e a gaúcha (sim! Subculturas não tem só a ver com punk/gótico/adolescentes e relacionados, como superficialmente as informações mais recorrentes principalmente na internet podem levar a entender) e os vegetarianos/veganos, que compartilham valores específicos a respeito da alimentação e muitas vezes, são ativistas. E muitas outras mais.

Falando a respeito da contracultura, acredito que após o último parágrafo, já fica subtendido que são aquelas culturas que se opõem diretamente a cultura predominante. Para uma exemplificação, percebemos uma ideologia política muito forte dentro da Subcultura Punk, que curiosamente também tem suas vertentes e muitas vezes são associados ao Anarquismo. Lembro de uma vez que me reuni com uma amiga street-punk e apareceram outros amigos dela, foi uma experiência incrível estar no meio do grupo! Eu percebi os assuntos que discutiam com convicção, a maneira como se vestiam e como se posicionavam frente a diversos assuntos e poxa, queria já ter canal no YouTube naquela época porque certamente seria um vídeo incrível e extremamente instrutivo! Para fechar, como citei o termo, vale conceituar o multiculturalismo¹ também conhecido como pluralismo cultural¹, que descreve a existência de muitas culturas em um determinado local, país ou região. No entanto, é importante notar que quase sempre existe uma cultura que é mais predominante, com a qual estes grupos se relacionam.

Trazendo todos estes conceitos para os dias atuais, outro ponto interessante a se notar quando pensamos no mundo globalizado e cada vez mais conectado de hoje, é a formação de um fenômeno que o Kipper² descreve em seu livro como Translocalidade, ou seja, subculturas não estão mais restritas a um espaço físico específico. Isto explica porque há tantas pessoas com uma identidade subcultural em comum espalhadas por diversos países no globo. No entanto, vale ressaltar que uma subcultura vai muito além do vestuário, englobando outros aspectos culturais em comum. É importante que isto seja dito pois percebo que pelo fato da parte visual ser (uma das mais) expressivas dentro dos grupos, erroneamente acaba-se tirando uma conclusão muito superficial do que representam e significam, ou concluindo de maneira equivocada que uma subcultura são apenas indivíduos que apenas se vestem de forma parecida, o que não é verdade. O vestuário é apenas uma parte e sim, uma parte importante porque reflete os valores daquele grupo, assim como o vestuário na cultura dominante também reflete os valores de uma determinada época, como vimos no primeiro episódio onde explico o que é Moda. 


E é isto pessoal, espero que tenham gostado do texto de hoje, que tenha sido possível compreender o que são subculturas (e como bônus, cultura; contracultura e multiculturalismo) para que possamos começar a exploração de alguns exemplos a partir dos próximos posts. Sem dúvidas, é um assunto que daria para escrever mais e mais, no entanto, acredito que o essencial necessário para compreender os episódios vindouros já foi alcançado. Por gentileza, compartilhe esse conteúdo com seus amigos e conhecidos que interessam-se pelo assunto e inscreva-se em meu canal do YouTube para acompanhar os vídeos também. Nos vemos no próximo episódio dia 24/06!

¹²Duas referências interessantes que utilizei para escrever o texto de hoje foram este vídeo de Sociologia, que explica perfeitamente todos os conceitos que abordamos hoje e vai além, explicando de maneira mais aprofundada sobre o que é cultura e subcultura (que recomendo assistirem, caso ainda restem dúvidas) e o livro sobre a Subcultura Gótica escrito pelo Henrique Kipper, que é um organizador de eventos ligados a subcultura aqui no Brasil. Dá pra vocês baixarem este livro gratuitamente no website também, caso desejem saber mais sobre a Subcultura Gótica em especial. Esta série tem como objetivo explorar o universo da moda alternativa no geral, mais comumente ligada às subculturas, que são várias como vimos hoje e veremos mais durante o decorrer desta série. Agradecemos sua leitura! ;3

Nenhum comentário:

Postar um comentário

As opiniões expressas nos comentários não necessariamente refletem nossa opinião.